Comprando Enxoval de bebê para seu Recém-Nascido

Entre um universo de novidades, saiba o que vale a pena comprar para enxoval de bebê.

Logo quando o teste de gravidez da positivo, a futura mamãe inicia uma busca frenética para saber quais as melhores roupinhas, acessórios, móveis e itens de higiene para deixar o seu bebe o mais confortável e limpinho.

A euforia diante de tanta novidade é um convite para gastos muitas vezes desnecessários, afinal, são produtos repletos de mimos do jeito que as mamães gostam. Porém, nada práticos e muitas vezes irritam os pequeninos.

Veja também: como ter seu bebê em Miami

Mas o ideal é deixar essa fofurice de lado e prestar atenção e detalhes que vão além da beleza como verificar a qualidade do tecido e estar atenta a peças que possuem golas, botões, apliques e bordados que podem incomodar o bebe. Logico que a compra neste caso acontece por inexperiência.

É cultural do Brasil usar as famosas “saídas da maternidade “ de linha, lã, com golas bordadas e apliques. Ao longo dos meus oito anos acompanhando famílias durante este processo como consultora, posso afirmar que essas peças são pra lá de desconfortáveis.

Muitas vezes pode aquecer demais o bebe ou ser finas demais para o inverno, além de não serem nada práticas para trocar. Nesta fase inicial, as mamães estão aprendendo um mundo novo e junto com ele, deve vir a praticidade para tudo fluir melhor, sem stress.

O bebe precisa estar com uma roupa confortável e adequada para cada idade: recém-nascido, três meses e assim por diante sempre respeitando o clima da cidade onde vivem.

Sentir mais frio ou calor é individual. Alguns bebes sentem mais calor que outros. Em geral, há aqueles que têm pouco mais de dificuldade em manter o calor por terem pouco tecido gorduroso e por isso, o ideal é usar uma peça de roupa a mais do que os adultos estão usando naquele dia.

Tecido

O melhor para recém-nascido são roupas 100% de algodão. Em Miami há ótimas lojas especializadas em roupinhas para essa idade, inclusive lojas que vendem itens com algodão orgânico e o Pima Cotton (um tipo peruano muito suave e com tecido diferenciado). As roupinhas com os tecidos sintéticos devem ser evitadas, porque elas retêm o calor e incomodam o bebê, podendo causar alergia, assaduras bem como brotoejas.

Macacão ou TipTop (em inglês Sleep & Play ou Pajama)

Os macacões ou tiptops, como muito dizem no Brasil, com ou sem pezinho, são excelentes principalmente nos seis primeiros meses e também para dormir até dois anos de idade. Deixam os pequenos mais confortáveis, protegendo principalmente a barriguinha e as costas para não ficarem descobertas. Para os seis primeiros meses, peças com o pezinho e modelos com zíper frontal ou botões de pressão, podem facilitar os cuidados no dia a dia principalmente para trocar a fralda. Descartem os que fecham atrás ou que não tem botões pois são trabalhosos e podem machucar as costas.

Body

Peça chave em todo enxoval (em inglês: Short-Sleeve Bodysuits – manga curta, Long-Sleeve Bodysuits – manga, Sleeveless Bodysuits – sem manga, regata). Essa é a peça mais usada e utilizada em todas as trocas. Sempre usamos por baixo dos macacões ou somente o body, seja manga curta ou manga longa, acompanhado com a calca de algodão ou shorts. Essa roupa pode substituir a camiseta até 24 meses aproximadamente. Além de muito prático, deixa o bebe bem confortável e sempre arrumadinho, protegendo o corpo e segurando firme a fralda.

Calça de Algodão (em inglês: cotton pants)

usamos muito as calças de algodão junto com os bodys. Algumas mamães preferem essa combinação durante o dia e, a noite para dormir, usam o macacão mencionado acima. Dependendo do clima, usamos até calças por baixo do macacão. Para os três primeiros meses é recomendado usar as calças com pezinhos e acima de seis meses, sem o pezinho o que dá mais liberdade de movimento para o bebe.

Meias (em inglês: Socks) 

Os pezinhos dos bebes às vezes ficam gelado e para evitar desconfortos usamos as meias debaixo dos macacões ou com as calcas de algodão. Um ponto de atenção na hora de comprar as meias: vejam se o elástico não é muito forte, porque pode marcar a canela.

Luvas (em inglês: Mittens)

É recomendável usar apenas nos primeiros dias ou no primeiro mês para evitar que o bebe se arranhe até você estar segura para já começar a contar as unhas que são bem pequeninas. O bebe no útero brinca muito com suas mãos, podemos ver sempre nos ultrassons. Se colocarmos o tempo todo a luva, podemos privá-los de sentir o toque de suas mãos no rosto e de se acalmar.

O momento de lavar tudo

O ideal é lavar as roupinhas entre 20 e 30 dias de antecedência da data agendada ou prevista para o nascimento. Não é preciso higienizar todas, porque as peças serão usadas pouco a pouco. Se a mamãe fez enxoval no exterior, e já adquiriu itens até um ano de idade por exemplo, pode lavar os três primeiros meses e assim que o bebe estiver próximo de completar essa idade, lavará roupinhas de seis e nove meses e assim por diante. Já para as mamães que não fizeram enxoval no exterior, o ideal é comprar conforme a necessidade e crescimento.

Para lavar, é preciso usar sabão neutro, especial para roupas delicadas e não misturar roupas claras com coloridas muito menos com demais roupas da família. Algumas peças podem ser lavadas na máquina e outras manualmente. Sempre é bom verificar a etiqueta interna da roupa com a recomendação de cada fabricante.

Caso o armário ou cômoda seja fechado, as roupinhas podem ser apenas dobradas e guardadas ou até mesmo penduradas. Para a mamãe não se perder, o ideal é deixar todas as roupinhas dos três primeiros meses com fácil identificação, assim ela saberá tudo o que há disponível para cada período e não corre o risco do bebe crescer e perder algumas peças sem ser usadas.

Priscila Goldenberg

Enxoval de Bebê

Enxoval de Bebê

Sobre Priscila – Economista com MBA pela USP, mãe de dois meninos lindos, a brasileira Priscila Goldenberg é a pioneira no serviço de Personal Shopper para Enxoval de Bebê nos Estados Unidos e atende também em Paris para o público brasileiro.

Autora do livro “O Guia do Enxoval do bebê nos Estados Unidos” e trabalhando na área desde 2009, a empresária contabiliza mais de dois mil e quinhentos clientes atendidos, incluindo famosas como as apresentadoras de TV Daniela Albuquerque e Isabella Fiorentino. Expert no assunto, ela já concedeu entrevistas para os principais veículos de comunicação do país, como TV Globo, TV Record, Folha de São Paulo, Estadão, Época, Viagem & Turismo, Revista Crescer, Rádio Bandeirantes, entre outros.